Televisão Digital Educativa

Modelagem de Conteúdos Interativos | Prof. Dr. Francisco Rolfsen Belda

Categorias e condições

leave a comment »

Classes de conteúdo podem agrupar-se segundo suas categorias midiáticas predominantes e as condições que determinam sua utilização em contextos interativos de televisão. Assim, pode-se diferenciar classes que representam diferentes categorias (pertencimento não exclusivo) ou diferentes condições, isto é, classes continentes (ambientes virtuais e espaços temáticos), classes de conteúdos (aula, depoimento, reportagem etc.) e ainda classes previstas, embora não especificadas neste modelo, que representam aplicações ou funções de apoio e extensão do conteúdo educativo, conforme listadas a seguir:

  • Categorias e classes de conteúdo: Vídeo (aula, depoimento, demonstração, pergunta, resposta, dica, palestra, entrevista, debate, reportagem, documentário, game-show), Áudio (depoimento, pergunta, resposta, entrevista, dica, reportagem), Imagem (fotografia, ilustração, gráfico, mapa, figura, charge, caricatura), Texto (conceito, definição, verbete, crédito, legenda, resenha, perfil, currículo, equação, fórmula, dica, link.), Animação (vinheta, simulação, imersão em espaços continentes).
  • Classes continentes (ambiente virtual, espaço temático)
  • Classes de aplicação: campos de seleção (texto, imagem ou audiovisual), pesquisa por conteúdos do acervo (texto, imagem ou audiovisual) e login no sistema (usuário e senha); formulário de edição de conteúdo do acervo (texto, imagem ou audiovisual), submissão de conteúdo ao acervo (texto, imagem ou audiovisual) e compra de produto ou serviço relacionado à programação televisiva (usuário, senha, certificação e pagamento)

Quadro: Relação entre classes e categorias de conteúdo

CLASSES CATEGORIAS
Vídeo Áudio Texto Imagem Animação

  1. 1. Ambiente (imersão)
X
  1. 2. Espaço (imersão)
X
  1. 3. Aula
X X
  1. 4. Demonstração
X X
  1. 5. Depoimento
X X X
  1. 6. Pergunta
X X X
  1. 7. Resposta
X X X
  1. 8. Dica
X X X
  1. 9. Palestra
X X
  1. 10. Entrevista
X X
  1. 11. Debate
X X
  1. 12. Reportagem
X X X
  1. 13. Notícia
X X
  1. 14. Documentário
X X
  1. 15. Drama
X X
  1. 16. Game-show
X X X
  1. 17. Comentário
X X X
  1. 18. Fotografia
X
  1. 19. Gráfico
X
  1. 20. Ilustração
X
  1. 21. Mapa
X X
  1. 22. Figura
X
  1. 23. Charge
X X
  1. 24. Caricatura
X
  1. 25. Conceito
X
  1. 26. Definição
X X
  1. 27. Verbete
X X
  1. 28. Crédito
X X
  1. 29. Legenda
X
  1. 30. Resenha
X X X
  1. 31. Perfil
X X X
  1. 32. Currículo
X X
  1. 33. Equação
X X
  1. 34. Link
X
  1. 35. Email
X
  1. 36. Fórmula
X X
  1. 37. Simulação
X
  1. 38. Citação
X
  1. 39. Vinheta
X X X X
  1. 40. Música
X
  1. 41. Formulário
X
  1. 42. Clipe
X X

Classes também se agrupam por compartilharem uma mesma lista de atributos, ainda que estes possam variar conforme as categorias de mídias em que se organiza o conteúdo de uma classe em cada episódio ou peça de mídia em particular. Assim, uma entrevista em vídeo pode ter atributos distintos de uma entrevista codificada apenas em áudio. O mesmo para uma pergunta em vídeo ou texto, e para uma demonstração em vídeo ou animação. Essas distinções refletem o fato de que diferentes categorias de uma classe implicam diferentes condições de apreciação das informações veiculadas, considerando limites temporais e espaciais de ocupação do espaço da tela e do canal principal de áudio, de forma a evitar ruídos decorrentes de sobreposição indevida de elementos visuais e auditivos ao tele-interator.

Outra implicação estratégica dessa variação de categorias em relação às mesmas classes é a possibilidade de sua utilização como teasers, que antecipam e servem de chamada para um conteúdo complementar ou extra da mesma classe, porém estruturado em categoria mais completa, a ser possivelmente acionado pelo tele-interator, ou como alternativa de exibição para diversos contextos e dispositivos. No primeiro caso, por exemplo, um conteúdo das classes pergunta ou dica ou notícia poderia ser mostrado primeiro na categoria texto, simultaneamente a um conteúdo principal, e apenas se o tele-interator acionasse esta opção seria então transmitido o conteúdo extra da mesma pergunta na categoria vídeo, exigindo pausa do conteúdo principal e alternância de mídia. No segundo caso, uma aula poderia ser exibida na categoria vídeo caso o tele-interator estivesse acessando o sistema a partir de um televisor, ou ser exibida na categoria áudio caso o esteja acessando de um telefone móvel, por exemplo.

Anúncios

Written by Francisco Rolfsen Belda

23/09/2010 às 17:18

Publicado em Estrutura

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: